Dólar salta no Japão e na Europa depois do FBI 'inocentar' Clinton


O diretor do FBI, James Comey, disse neste domingo (6) que os novos e-mails de Hillary Clinton e sua equipe que foram examinados não vão levar a candidata à presidência dos EUA a ser indiciada

O diretor do FBI, James Comey, disse neste domingo (6) que os novos e-mails de Hillary Clinton e sua equipe que foram examinados não vão levar a candidata à presidência dos EUA a ser indiciada. Ele diz que a agência continua a considerar Hillary inocente de qualquer tipo de crime devido ao uso de um servidor privado quando foi secretária de Estado dos EUA.

O dólar subiu cerca de 1,1 por cento contra o iene para 104,30, enquanto o euro caiu 0,7 por cento, para 1,1060. A moeda americana também subiu 1 por cento em relação ao franco suíço.

Moedas sensíveis ao risco, como o dólar australiano também ganharam sobre o iene e euro.

A pesquisa final de NBC e Wall Street Journal divulgada neste domingo mostrou Hillary Clinton segurando uma vantagem de quatro pontos sobre o Trump.