Brecha da Microsoft e Adobe explorada por hackers


A equipe de análises de ameaças virtuais da Google revelou uma nova vulnerabilidade do Windows e do Flash Player, da Adobe

A equipe de análises de ameaças virtuais da Google revelou uma nova vulnerabilidade do Windows e do Flash Player, da Adobe. Segundo os analistas da Gigante das Buscas, uma brecha encontrada no sistema operacional da Microsoft é considerada crítica e põe em risco muitos usuários, pois permite que hackers escapem de uma sandbox devido a um erro no arquivo win32k.sys, que envolve também o Flash. Isso significa que indivíduos mal intencionados podem ter acesso direto a computadores de terceiros.

Sandbox é uma técnica de segurança utilizada pelos desenvolvedores que impede que os processos de determinado programa afetem os processos do sistema operacional. Assim, se o programa X der algum erro, ele não afetará os trabalhos do sistema.