Novo protesto contra Trump em Nova York


Os protestos que eclodiram em cidades por todo o EUA após a eleição surpresa de Donald Trump estão entrando no quarto dia

Os protestos que eclodiram em cidades por todo o EUA após a eleição surpresa de Donald Trump estão entrando no quarto dia.

Um novo protesto contra Donald Trump acontece na tarde deste sábado (12) em Nova York. Os manifestantes caminharam pela famosa 5ª Avenida. A polícia divulgou um alerta para que motoristas evitem a área. O documentarista Michael Moore aparecia em fotos nas redes sociais em meio ao protesto. Pelo menos em Chicago e Los Angeles também há manifestações.

Em Los Angeles, mais de 8.000 pessoas tomaram as ruas m uma passeata organizada por organizações imigrantes locais para expressar sua rejeição à eleição de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos.

Em Nova York, o cineasta Michael Moore entrou no edifício Trump Tower de Manhattan para tentar falar com o presidente eleito, Donald Trump, mas agentes do serviço secreto lhe impediram de subir até os escritórios do magnata nova-iorquino.

"Senhor Trump, estou aqui, quero falar com o senhor", escreveu o polêmico diretor em uma breve nota que conseguiu entregar ao porteiro do edifício, durante um protesto do qual participaram centenas de pessoas em frente ao arranha-céu do empresário.

A agitação civil começou muito antes de Donald Trump ter sido eleito. Tudo começou cerca de oito anos atrás, e entrou em espiral ao longo dos últimos quatro anos.