Egito nega presença militar na Síria


Egito negou relatos da mídia árabe, alegando que o Cairo tinha presença militar na Síria

Egito negou relatos da mídia árabe, alegando que o Cairo tinha presença militar na Síria.

"Essas reivindicações só existem na imaginação de quem as promoveu," o Ministério do Exterior do Egito disse em um comunicado divulgado no domingo.

O jornal libanês As-Safir citou "fontes árabes bem informadas", dizendo que o Egito tinha despachado pilotos para uma base aérea na cidade ocidental de Hama, Síria, acrescentando que o contingente foi acompanhado por quatro figuras militares egípcios seniores.

O jornal acrescenta que dois grandes generais egípcios também eram esperados na capital síria, Damasco.

O presidente do Egito Sisi recentemente expressou seu apoio aos militares sírios, dizendo que era capaz de restaurar a estabilidade na Síria.

Os comentários de Sisi supostamente irritaram Arábia Saudita e algumas monarquias do Golfo Pérsico árabes que apoiam grupos, que estão tentando derrubar o governo do presidente sírio.