25 de dez de 2016

Mercenários dos EUA tropeçam na paz da Síria

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, e o presidente russo, Vladimir Putin, realizaram sua terceira conversa telefônica no mês passado

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, e o presidente russo, Vladimir Putin, realizaram sua terceira conversa telefônica no mês passado. Eles trocaram opiniões sobre os últimos acontecimentos na Síria, em particular desde a libertação total da cidade estratégica de Aleppo do domínio dos militantes. Os dois presidentes também enfatizaram a importância de impulsionar a cooperação para ajudar a retomar o diálogo entre todas as facções sírias para encontrar uma solução política para a crise de quase seis anos.
"É muito bom ter grupos com algum tipo de ideologia política, mas quando você tem grupos como muitas dessas forças terroristas que são de fato um exército mercenário, eles vão para onde o dinheiro as leva. Eles só vão fazer o que eles são pagos para fazer. Essa é a infeliz realidade do que está acontecendo na Síria", Max Igan, apresentador de rádio e comentarista político.
Há elementos desonestos dentro do establishment dos EUA que têm financiado esses grupos desde o início da guerra na Síria, mas o governo não está em posição de expô-los porque vai ser a fonte de enorme embaraço para todo o país, argumentou Igan.

Loading...