30 de jan de 2017

Obama está descontente com Trump

Após restrição de Trump a imigrantes e refugiados, Obama condena discriminação por religião

O ex-presidente Barack Obama condena a discriminação por fé e religião, segundo um comunicado de seu porta-voz, Kevin Lewis, divulgado nesta segunda-feira (30), três dias após a ordem do presidente Donald Trump de restringir a entrada de imigrantes e refugiados nos Estados Unidos.

"O ex-presidente discorda fundamentalmente da noção de discriminação contra indivíduos por causa de sua fé ou religião", disse um porta-voz de Obama.