Loading...

17 de mai de 2017

Temer é acusado de aprovar compra de silêncio

O presidente Michel Temer foi supostamente gravado pelo dono da JBS Joesley Batista aprovando a compra de "mesada" para Eduardo Cunha, dentro da prisão, para silenciá-lo

O presidente Michel Temer foi supostamente gravado pelo dono da JBS Joesley Batista aprovando a compra de "mesada" para Eduardo Cunha, dentro da prisão, para silenciá-lo. A informação foi fornecida à Procuradoria-Geral da República pelos donos da frigorífica, Joesley e Wesley Batista, em delação premiada. A informação é do colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim. Mais informações em instantes.

A gravação teria sido feita em março deste ano e também registrou, na mesma reunião, a entrega de uma mala de 500 mil reais, a pedido de Joesley, para o deputado Rodrigo Rocha Lourdes (PMDB-PR). O destinatário seria o tucano Zezé Perrela (PSDB).

Na verdade, quando se trata de "manipular pessoas", a grande mídia do Brasil é, com certeza, a principal líder de torcida.
COMPARTILHAR ISSO:

Loading...