Loading...

13 de mai de 2017

Ransomware e NSA ameaçam o mundo digital

Governos, empresas e especialistas em segurança no mundo todo correram para conter as conseqüências de um ciberataque global por "ransomware"

Governos, empresas e especialistas em segurança da China ao Reino Unido correram para conter as consequências de um ataque audacioso que se espalhou rapidamente pelo mundo, aumentando os temores de que as pessoas não sejam capazes de atender às demandas de resgate antes que seus dados sejam completamente destruídos.

O ciberataque, no qual o software assume os computadores, criptografa as informações e depois exigi o pagamento de resgate dos usuários antes de liberar os dispositivos, afetou algumas das maiores instituições do mundo e agências governamentais, incluindo o Ministério do Interior da Rússia, FedEx nos Estados Unidos e o Serviço Nacional de Saúde da Grã-Bretanha.

"Ataque com ransomware acontecem todos os dias - mas o que torna este diferente é o tamanho e a ousadia do ataque", disse Robert Pritchard, um especialista em segurança cibernética.

A capacidade do ciberataque se espalhar tão rapidamente foi em parte devido ao seu alto nível de sofisticação.

O malware, segundo especialistas, foi baseado em um método que a NSA acredita ter desenvolvido. No verão passado, um grupo que se intitulava "Shadow Brokers" publicou ferramentas digitais que tinham sido roubadas do arsenal de hacking do governo dos Estados Unidos.

Funcionários do governo e observadores da indústria da tecnologia também alertaram que outros hackers podem agora tentar usar o ataque de ransomware, potencialmente aperfeiçoando o código e desenvolvendo seus próprios alvos para novos ataques cibernéticos.
COMPARTILHAR ISSO:

Loading...