5 de jul de 2017

Catar pretende permanecer no erro

Boicote ao Catar “vai continuar”

"O boicote político e econômico permanecerá até que o Catar mude suas políticas para melhor", disse o ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir.

Para encerrar a crise, os países do Golfo enviaram ao Catar uma lista de 13 exigências, incluindo o fechamento de uma base militar turca e da televisão Al-Jazeera, que consideram muito agressiva, bem como a redução das relações de Doha com o regime do Irã.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Boicote ao Catar “vai continuar”