4 de jul de 2017

Crânios foram encontrados no México

Descoberta no México: torre de crânios revela fatos surpreendentes da cultura asteca

O número de restos humanos pode não ser o mesmo que as Catacumbas de Paris, mas uma descoberta profunda embaixo da Cidade do México ainda é muito estranha, e revela mais sobre a prática do sacrifício humano feito pelos astecas.

Uma torre de mais de 650 crânios, muitas das quais mulheres e crianças, foram descobertos por arqueólogos perto do Templo Mayor, um dos principais templos de Tenochtitlán, que era considerada a capital do Império Asteca, hoje conhecida como Cidade do México.

Acredita-se que a torre faça parte do altar Huey Tzompantli, um poderoso conjunto de crânios projetados para atrapalhar os conquistadores espanhóis.