Diplomatas dos EUA foram vítimas de "ataque sônico" em Cuba

Cuba nega qualquer envolvimento nos incidentes que provocaram lesões cerebrais traumáticas leves e perdas de audição em alguns diplomatas norte-americanos.

Cuba nega qualquer envolvimento nos incidentes que provocaram lesões cerebrais traumáticas leves e perdas de audição em alguns diplomatas norte-americanos.

Segundo a CNN, alguns diplomatas relataram terem acordado no meio da noite sentindo-se mal, os diplomatas dizem que ouviram sons que faziam lembrar insetos ou metal sendo arrastado pelo chão.

As autoridades acreditam que tenha sido usada uma espécie de arma sônica capaz de emitir ondas de sons que provocam mal-estar físico, disse a CNN.