terça-feira, 9 de setembro de 2014

Empresa do caso Petrobras doa R$ 12,9 mi ao PT, Dilma, Aécio Neves e Renan Filho

Apontada como uma das empresas envolvidas pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto da Costa, no pagamento de propina, a UTC Engenharia doou pelo menos R$ 12,9 milhões para algumas das principais campanhas eleitorais do país, conforme dados da 2ª parcial da prestação de contas, divulgada no sábado (6) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Empresa do caso Petrobras doa R$ 12,9 mi a PT, Dilma, Aécio Neves e Renan Filho

O maior beneficiado da empreiteira foi o Diretório Nacional do PT, que recebeu seis transferências bancárias entre os dias 14 de julho e 29 de agosto. Os valores variaram entre R$ 200 mil e R$ 2,45 milhões, totalizando transferências no montante de R$ 6,4 milhões.

Os valores doados a um diretório nacional não necessariamente é utilizado na campanha presidencial, podendo ser repassado a qualquer diretório estadual ou diretamente à campanha de algum candidato do partido.

Já a candidata petista à presidência, Dilma Rousseff, também recebeu duas doações de R$ 2,5 milhões cada uma, nos dias 5 e 27 de agosto. 

Entre os doadores à petista, a UTC aparece na terceira posição de maior doadora à campanha de Dilma, que recebeu, até o momento, R$ 123,6 milhões em doações ... O dinheiro sujo na campanha do governo PT.

O candidato Aécio Neves também foi agraciado pela empreiteira com duas transferências bancárias, porém em valores mais baixos: R$ 500 mil cada uma. As doações foram feitas nos dias 28 de julho e 15 de agosto e tiveram como destino o comitê financeiro nacional para a presidência do PSDB. No ranking, a UTC aparece como a quinta maior doadora do tucano, com um total de R$ 44,5 milhões repassados.

Outro beneficiado foi o deputado federal Renan Calheiros Filho (PMDB), candidato ao governo de Alagoas, que recebeu um cheque de R$ 500 mil, em 25 de agosto, para sua campanha. Renan Calheiros (PMDB-AL), o pai que é presidente do Senado, é um dos nomes citados por Costa como suposto beneficiário do esquema na Petrobras, mas negou qualquer relação com o caso e soltou nota com "repúdio às especulações".

Políticos e UTC dizem que doações são legais ... Vamos acreditar que Aécio é um homem certinho! riri acham mesmo que Aécio iria ficar fora dessa.

A UTC informou apenas que "as contribuições eleitorais da UTC são feitas dentro dos limites estabelecidos e na forma da lei".

Sobre as acusações feitas pelo ex-diretor da Petrobras, a UTC disse que atua há 40 anos na área de engenharia industrial e há mais de 50 anos no setor de infraestrutura e que "repudia qualquer insinuação que relacione seu nome a práticas ilegais", informou.

O Diretório Nacional do PT, que também coordena a campanha de Dilma, não respondeu até o momento ao e-mail enviado pela reportagem segunda-feira (8).

Campanha de Marina recebe R$ 19,5 milhões

Segundo os dados da prestação de contas, o comitê único da candidata Marina Silva (PSB) recebeu R$ 19,5 milhões - entre valores arrecadados ainda na campanha de Eduardo Campos, morto em 13 de agosto.

A JBS foi a maior doadora ao comitê financeiro do PSB, com R$ 5 milhões repassados. A candidata Marina não teve doações em seu nome porque o TSE ainda não deferiu sua candidatura.