quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Michell Hilton

John Kerry chegou a Bagdá quarta-feira para pressionar o líder xiita do Iraque

John Kerry chegou a Bagdá quarta-feira para pressionar o líder xiita do Iraque

Com um novo governo iraquiano, finalmente, em lugar e um consenso crescente no Oriente Médio em derrotar as ameaças dos insurgentes, a secretária de Estado dos EUA John Kerry chegou a Bagdá quarta-feira para pressionar o líder xiita do Iraque para entregar rapidamente mais poder aos sunitas - ou colocar em risco qualquer esperança de derrotar o Estado Islâmico do grupo.

Kerry aterrissou na capital iraquiana apenas dois dias após o recém-empossado primeiro-ministro Haider al-Abadi sentados seus ministros superiores do governo, um passo crucial para restaurar a estabilidade em um país onde a segurança entrou em uma espiral fora de controle desde o início do ano.

A viagem marca o primeiro encontro com al-Abadi e os Estados Unidos desde que ele se tornou primeiro-ministro, e teve como objetivo simbolizar o apoio do governo Obama para o Iraque quase três anos depois de as tropas americanas deixarem o país devastado pela guerra.

O antecessor de Al-Abadi, o ex-primeiro-ministro Nouri al-Maliki, durante anos deixou os sunitas fora do poder e se recusou a pagar salários ou dar-lhes empregos públicos.




Comente com o Facebook: