terça-feira, 2 de setembro de 2014

O Estado Islâmico diz ter decapitado outro jornalista norte-americano

Steven Sotloff estava sendo ameaçado há duas semanas, desde quando James Foley foi executado

O Estado Islâmico diz ter decapitado outro jornalista norte-americano

O grupo terrorista ISIS publicou um vídeo intitulado "Uma segunda mensagem para a América", mostrando a decapitação do jornalista americano Steven Sotloff.

O vídeo também ameaça a vida de prisioneiro britânico, David Haines.

Sotloff fala para a câmera antes de ele ser morto, dizendo que ele é "pagar o preço" para a intervenção dos Estados Unidos.

A figura ISIS mascarado no vídeo fala ao presidente dos EUA, Barack Obama, dizendo-lhe: "Assim como os mísseis continuam a atacar o nosso povo, a nossa faca continuará a atacar o pescoço de seu povo."

Na semana passada, a mãe de Shirley Sotloff Sotloff divulgou um vídeo suplicando-líder ISIS Abu Bakr al-Baghdadi não matar seu filho.

"Steven é um jornalista que viajou ao Oriente Médio para cobrir o sofrimento dos muçulmanos nas mãos de tiranos. Steven é um leal e generoso filho, irmão e neto", disse ela. "Ele é um homem honrado e sempre procurou ajudar os mais fracos."

O vídeo, publicado por SITE, um site norte-americano que vigia grupos radicais islamistas, tem uma duração de dois minutos e 46 segundos em que Sotloff se descreve a si mesmo como “o preço a pagar” pela intervenção dos EUA no Iraque.

A Casa Branca, por meio de seu porta-voz, Josh Earnest, disse não que não pode confirmar a autenticidade do vídeo ou as informações estavam circulando mas assegurou que se esse vídeo existisse, seria estudado pelo Governo.