terça-feira, 28 de outubro de 2014

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Receita do Twitter avança mais do que número de usuários

O Twitter divulgou nesta segunda-feira os resultados financeiros do terceiro trimestre de 2014. 


A sede do Twitter fica localizada na Av. Market Street, a principal da cidade de São Francisco, na Califórnia. A empresa ocupa seis andares de um prédio construído em 1930. Além da sede, a rede social possui escritórios espalhados pelo mundo, dois no Brasil, no Rio de Janeiro e em São Paulo.
A receita chegou a 361 milhões de dólares, um crescimento expressivo de 114% em um ano e de 15% sobre o trimestre anterior. A alta do segundo em relação ao primeiro trimestre, havia sido maior: 24,8%. A empresa divulgou prejuízo de 175 milhões de dólares, mas aponta que, subtraídos gastos com pagamentos em ações a funcionários e outras despesas, o resultado seria positivo em cerca de 15 milhões de dólares ou 1 centavo de dólar por ação.

O número de usuários ativos (que acessam a plataforma ao menos uma vez por mês) chegou a 284 milhões. É um crescimento de 23% em relação ao mesmo trimestre do ano passado e de 4,7% em relação ao período abril-junho. Novamente, houve desaceleração. Quando comparados o primeiro e o segundo trimestres deste ano, o avanço havia sido de 6,2%. Os números podem ser animadores para a rede, mas ainda estão muito longe quando comparados com os do Facebook, com 1,23 bilhão de usuários.

Além do aumento acelerado de receita, a favor do Twitter está a rentabilidade a cada 1.000 visualizações, que também vêm crescendo. Em um ano, a taxa média passou de 0,97 centavos de dólar para 1,77 alta de 82%.

No relatório, a rede prevê que o crescimento prosseguirá. A expectativa é faturar entre 440 milhões e 450 milhões de dólares no último trimestre do ano e entre 1,36 bilhão e 1,37 bilhão em todo o ano de 2014.