sábado, 18 de outubro de 2014

Michell Hilton

Werdum revela que quase morreu no México

Werdum revela que quase morreu no México

Uma decisão impensada quase acabou em tragédia para Fabrício Werdum.

O lutador decidiu se mudar para o México para se preparar para a luta pelo cinturão diante de Cain Velasquez, mas quase acabou morrendo. Quem narra a história é o próprio Werdum.

"Foi terrível. Nós viemos para Nevado de Toluca para treinar e não vimos a casa antes de a alugarmos. Não tinha energia, nada. E era muito frio. Estava treinando com mais 12 pessoas da minha equipe e eles resolveram alugar um gerador à gasolina para gerar energia. Eles geralmente deixam esse gerador fora de casa, mas colocaram dentro do lugar", contou Werdum ao site MMAFighting.com.

"Nós treinamos dentro da casa, jantamos e fomos dormir. Não nos disseram que precisávamos desligar o gerador antes de ir para a cama. Eu acordei no meio da noite com uma dor de cabeça insuportável e com náuseas, não podia levantar da cama. Todos estavam com tontura. Meu irmão foi quem conseguiu levantar da cama e desligar o gerador", completou.

"Nós quase morremos envenenados. Fomos para o hospital, todos estavam vomitando e com diarreia. O médico nos disse que morreríamos em mais duas horas se ninguém tivesse conseguido desligar o gerador", finalizou.

Depois do incidente, Werdum e a equipe decidiram se mudar para Jiquipilco, uma cidade cerca de 100km distante de Nevado de Toluca. E agora ri do incidente que quase o matou. "Imagine as manchetes. Estávamos procurando um ar fresco e quase morremos intoxicados", disse.

Werdum e Velasquez se enfrentam no dia 5 de novembro, na Cidade do México, no UFC 180. Os dois foram os técnicos da primeira versão latino-americana do TUF (The Ultimate Fighter, o reality show do UFC).