sábado, 27 de dezembro de 2014

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

O Egito proibiu Christian Bale e Êxodo: Gods and Kings!

O Egito proibiu Êxodo: Gods and Kings "uma semana antes de seu lançamento planejado, de acordo com a 20th Century Fox.

Filme

A proibição é devido a "imprecisões históricas." Os incluídos na representação do filme dos judeus como tendo construído as pirâmides e da história bíblica de um milagre por Moisés fazendo com que o Mar Vermelho se abrisse, para que o povo judeu pudesse fugir do exército egípcio.

VEJA TAMBÉM: Chineses constroem cópia da Esfinge e provocam reação do Egito

O Ministro cultural egípcio Gaber Asfour disse que a representação de escravos judeus como sendo os construtores da Grande Esfinge e as pirâmides é imprecisa porque os monumentos são aceitos como tendo sido construído em torno de 2540 aC - 500 anos antes de Abraão, o pai do judaísmo.

"Isso contradiz totalmente os fatos históricos comprovados", disse Asfour.

"É um filme sionista", disse ele. "Ele dá uma visão sionista de história e contém imprecisões históricas, e é por isso que decidimos proibi-lo."

O filme de Ridley Scott, com base no livro bíblico de Êxodo, com as estrelas Bale como Moisés e Joel Edgerton como faraó egípcio Ramsés.

"Exodus" já arrecadou quase US $ 46 milhões em suas duas primeiras semanas em os EUA e outro 62 milhões dólares a partir de 39 mercados internacionais.