segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Sequestrador em Sydney é clérigo iraniano

A imprensa australiana identificou nesta segunda-feira (15) o clérigo muçulmano Man Haron Monis como o sequestrador que mantém cerca de 15 reféns em um café de Sydney, na Austrália. 

sidney

O sequestro no Lindt Chocolat Cafe, em Martin Place, começou às 21h (horário de Brasília) de domingo. A polícia está em contato com o sequestrador, mas ainda não soube precisar o número exato de reféns. Cinco deixaram a cafeteria até o momento.

VEJA TAMBÉM: Sydney crise dos reféns

Segundo a rede australiana '9News', Monis nasceu Manteghi Bourjerdi e se mudou do Irã para a Austrália em 1996. Ele teria sido processado em 2009 após uma campanha de cartas de ódio para protestar contra a presença das tropas australianas no Afeganistão e foi condenado a 300 horas de trabalho comunitário em setembro de 2013. Em novembro do ano passado, segundo a mesma emissora, ele voltou aos noticiários após ser suspeito de ter orquestrado o assassinado da ex-mulher Noleen Pal, que foi encontrada esfaqueada em um apartamento. Em abril deste ano, ele foi acusado de abusar sexualmente de sete mulheres enquanto trabalhava como um "curandeiro espiritual" em Wentworthville. Em outubro ele foi acusado de outros 40 crimes sexuais relacionados ao seu trabalho como líder espiritual.

Ainda de acordo com a rede de notícias, o xeique Haron, como é conhecido, estava em liberdade mediante fiança.