sábado, 10 de janeiro de 2015

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

O gafe internacional do Jornal Nacional sobre o atentado na França

O Jornal Nacional de sexta-feira (9) deu uma "gafe" internacional sobre o atentado na França.

Gafe

O telejornal destacou na escalada uma reportagem sobre a suposta primeira capa do semanário francês Charlie Hebdo após o ataque terrorista da última quarta-feira, que deixou 12 mortos. Correspondente em Lisboa deslocado para Paris, André Luiz Azevedo exibiu um pôster daquela que seria a próxima capa do jornal, a circular na semana que vem. O pôster que ele segurava nas mãos, no entanto, era de uma capa do Charlie Hebdo de 3 de novembro de 2011.
Azevedo cobriu o primeiro dia de trabalho dos "sobreviventes" do ataque. Eles estão trabalhando na sede do jornal Libération. Executivos do Libération e do Charlie Hebdo falaram com jornalistas do mundo todo. Azevedo estava lá. "E por causa do lugar em que eu estava, no centro da Redação, acabei recebendo a tarefa de mostrar para os colegas a nova capa. Com o humor de sempre, os chargistas brincam: é preciso salvar o Charlie", disse o correspondente da Globo segurando a capa da edição de 2011.

A confusão ocorreu porque em 2011 o Charlie Hebdo teve sua sede atingida por bombas incendiárias e, como agora, foi socorrido pelo Libération. Na época, foi publicada uma edição histórica, com o logotipo dos dois veículos.