sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Governo da Indonésia tira embaixador do país no Brasil!

Governo da Indonésia tira embaixador do país no Brasil!

A Indonésia chamou de volta ao país nesta sexta-feira (20) o embaixador no Brasil, Toto Riyanto, após a presidente Dilma Rousseff decidir adiar o recebimento das credenciais do diplomata.
  Em nota, o órgão informou ainda ter convocado para uma reunião o embaixador brasileiro em Jacarta, Paulo Soares.

Em janeiro, a execução do brasileiro Marco Archer por tráfico de drogas pelo governo indonésio gerou um mal-estar diplomático entre Brasília e Jacarta. O governo chegou a pedir clemência para Archer, mas não foi atendido. Outro brasileiro, Rodrigo Gularte, também foi condenado e deve ser fuzilado.

“O governo da Indonésia chamou de volta para casa, em Jakarta, o embaixador da Indonésia designado para o Brasil até o tempo determinado pelo governo do Brasil para a apresentação de suas credenciais.”, informou.

O Ministério de Relações Exteriores da República da Indonésia lamenta profundamente a ação do Governo do Brasil de adiar abruptamente a apresentação das credenciais do embaixador da Indonésia designado para o Brasil, o Sr. Toto Riyanto, depois de ter sido formalmente convidado a apresentar suas credenciais em uma cerimônia no Palácio Presidencial do Brasil às 9h (horário brasileiro), 20 de fevereiro de 2015.

A maneira como o ministro das Relações Exteriores do Brasil informou repentinamente sobre o adiamento da apresentação de credenciais pelo Embaixador da Indonésia designado para o Brasil, quando o embaixador designado já estava no palácio, é inaceitável para a Indonésia.

Veja a íntegra da nota do governo indonésio:

O Ministério das Relações Exteriores convocou o embaixador brasileiro na Indonésia em 20 de fevereiro de 2015, às 22h, para transmitir os termos mais fortes possíveis de protesto para o ato hostil do governo do Brasil, e apresentou uma nota formal de protesto.

O governo da Indonésia também chamou de volta para casa, em Jakarta, o embaixador da Indonésia designado para o Brasil até o tempo determinado pelo governo do Brasil para a apresentação de suas credenciais.

Como um estado democrático soberano com a sua própria soberania, sistema de justiça independente e imparcial, nenhum país estrangeiro nem partido pode nem deve interferir na implementação das leis vigentes da Indonésia dentro de sua jurisdição, inclusive na aplicação de leis para lidar com o tráfico de drogas.