quarta-feira, 18 de março de 2015

Elton John decidiu boicotar Dolce e Gabanna!


O cantor britânico decidiu boicotar a marca dos italianos Domenico Dolce e Stefano Gabanna depois que eles afirmaram ser contra a fertilização in vitro.

Elton John decidiu boicotar Dolce e Gabanna

Os estilistas Domenico Dolce e Stefano Gabanna foram a público mostrar seu descontentamento com o boicote do cantor Elton John à sua marca, Dolce&Gabanna. O protesto do músico foi iniciado após os italianos afirmarem ser contra métodos artificiais para a formação de famílias, como a técnica da fertilização in vitro. Em entrevista ao canal americano CNN, os estilistas afirmaram que as críticas do cantor são uma ofensa à sua liberdade de expressão. Os empresários garantiram ser a favor de casais gays e da adoção de crianças por eles. "Nós amamos casais gays. Nós somos gays", disse Gabanna.

Dolce insistiu que o seu ponto de vista sobre a fertilização in vitro era totalmente pessoal, baseada na sua infância e crescimento em uma família tradicional da Sicília. "Eu acredito na família tradicional", disse à CNN. "É impossível mudar a minha visão para algo diferente. Isso é o que eu sou. Mas eu respeito todo mundo, todas as culturas." Quando questionado a respeito da prática, Gabanna afirmou não ser contra: "Eu não acho ruim, acredito que a beleza do mundo é ter liberdade".

Anteriormente, em uma declaração feita à revista italiana Panorama, Dolce havia se referido aos bebês in vitro como "sintéticos". "Úteros de aluguel, esperma selecionado de um catálogo, quem poderia concordar em ser fruto da química? A procriação deve ser um ato de amor. Nem mesmo os psiquiatras estão preparados para lidar com os efeitos destes experimentos sintéticos", declarou.

A opinião bastou para que Elton John, que é casado com o cineasta David Furnish e possui dois filhos, Zachary Jackson Levon e Elijah Joseph Daniel, gerados pela técnica, considerar uma "vergonha" os estilistas criticarem a fecundação in vitro. "É um milagre que permitiu legiões de pessoas que se amam, tanto heterossexuais como homossexuais, realizarem o sonho de ser pai", disse em seu perfil no Instagram. "O seu pensamento arcaico está fora de moda, bem como a sua marca. Eu nunca mais vou usar Dolce&Gabanna." A campanha iniciada pelo cantor recebeu apoio de diversas celebridades, como Victoria Beckham, Courtney Love, Ryan Murphy e Ricky Martin.

Gabbana demonstrou irritação ao comentar o boicote. "Boicote a Dolce&Gabanna por quê? Por não pensarem como você? Isso é correto? Nós estamos em 2015, em uma democracia. Esse pensamento é medieval", disse à CNN.


INSCREVA-SE NA NEWSLETTER!