sexta-feira, 6 de março de 2015

Ronda Rousey quer enfrentar Bethe Pitbull no Brasil

Ronda Rousey quer enfrentar Bethe "Pitbull" Correia em sua próxima defesa de cinturão do peso-galo.
 
E a campeã da divisão demonstra ousadia - ela almeja que a luta seja no Brasil, especialmente, na cidade onde a adversária, que é de Campina Grande, na Paraíba, nasceu.

Bethe derrotou duas companheiras de equipe da americana, por isso, o duelo é especial para Ronda. A detentora do título espera impor um revés mais amargo para a rival, com quem troca farpas há algum tempo.

- É o que eu quero fazer. Quero ir lá e enfrentá-la no Brasil, vencê-la em sua cidade. Seria a melhor maneira que eu poderia realmente sentir que estivesse vingando minhas amigas. Seria como Rocky IV - afirmou Ronda, em entrevista ao programa "Jay Mohr Sports", citando o filme em que o ator Sylvester Stallone, interpretando Rocky Balboa, vence Drago, adversário da Rússia, em Moscou.

Bethe conseguiu o que queria. Chamou a atenção de Ronda, que passou a querer enfrentá-la, inclusive, pediu pelo combate após finalizar Cat Zingano, no UFC 184, sediado no último sábado.

- Ela é jovem, uma garota promissora, que tem um cartel invicto. Venceu duas das minhas companheiras de equipe e está tentando esfregar isso na minha cara. Está tentando entrar em uma discussão comigo, porque quando isso acontece, você, de repente, fica mais importante. Acho que essa garota descobriu isso.

"Rowdy" também falou sobre o gesto de Bethe, que sinalizou com os dedos que estava vencendo as adversárias da Four Horsewoman, e alfinetou a brasileira.

- Estou indo para vencer essa garota. Vou colocar um dedo para baixo, e ela não deve ficar surpresa com qual dedo ficará levantado para ela.