sábado, 25 de abril de 2015

Michell Hilton

A máfia assalta idosos

A máfia assalta idosos

A máfia escolhia como alvos idosos que viviam sozinhos e em zonas isoladas de Trás-os-Montes.

O gang assaltava depois as residências, levava bens de valor, mas não se ficava por aí. Faziam ameaças de morte e exigiam a entrega de pagamentos mensais. O grupo mafioso foi agora desmantelado pela Polícia Judiciária de Vila Real. 

Os suspeitos – quatro homens e uma mulher entre os 22 e os 43 anos – fizeram pelo menos seis vítimas, que já apresentaram queixa. As autoridades tentam agora identificar outros idosos que também tenham sido alvo de extorsão. O gang atuava de forma muito organizada. Os suspeitos sinalizavam as casas – nos distritos de Bragança e Vila Real – e faziam vigilâncias. Tentavam perceber as rotinas dos idosos e que tipo de bens tinham. 

Depois dos assaltos, começavam o terror e as exigências sem fim. Um dos idosos foi obrigado a entregar 500 euros por mês aos suspeitos. Esta vítima chegou a recusar dar o dinheiro e, por isso, viu o grupo incendiar um carro que possuía. Os detidos provocaram também pequenos incêndios nas casas das vítimas para as intimidar e obrigar a cumprir com as exigências que faziam. Há registo também de um idoso que teve de mudar de casa. 

A violência com que o grupo agia aumentava de dia para dia, o que leva a PJ a acreditar que se o gang não fosse travado poderia ter atentado contra a vida das vítimas. Apenas um dos suspeitos trabalhava num café. Desconhecem-se as medidas de coação.