quarta-feira, 29 de abril de 2015

Apple Watch não funcionou corretamente num pulso tatuado


Apple Watch não funcionou corretamente num pulso tatuado

O Apple Watch ainda nem chegou ao Brasil e questionamentos sobre a qualidade do relógio inteligente já são feitas nos Estados Unidos.

Parece que o novo produto da Apple não funciona perfeitamente em pulsos tatuados. Comentários no Reddit, no Twitter e em outras redes sociais reclamam que, neles, o Apple Watch perde a conexão com o smartphone e entrega resultados de frequência cardíaca estranhos.

Jornalistas do site iMore avaliaram o Apple Watch no pulso de um homem tatuado. Eles notaram que o sensor de batimentos cardíacos do gadget não funcionava bem quando os desenhos tinham cores escuras, como o preto e o vermelho.

A explicação para essa falha do Apple Watch pode estar relacionada a luzes de LED. O relógio da Apple utiliza luzes de LED verdes e fotodiodos (que são sensíveis à luz) para avaliar o fluxo de sangue no pulso e medir a pulsação.


O sensor se baseia no fato de que, sendo vermelho, o sangue absorve a luz verde. Por isso, o dispositivo pode se enganar com a quantidade de cores que uma tatuagem possui.

Outros relógios com pulseiras de exercício como a FitBit’s Charge HR e a Microsoft Band utilizam a mesma técnica e também podem apresentar esse problema.

O vídeo abaixo mostra uma pessoa com pulso tatuado testando o Apple Watch. O dispositivo para de funcionar algumas vezes e não detecta o pulso do indivíduo (o que é irritante, já que o Apple Watch pede uma senha toda vez que detecta a retirada do produto do pulso).


INSCREVA-SE NA NEWSLETTER!