quarta-feira, 22 de abril de 2015

Blackberry visa adquirir companhia israelita WatchDox


A BlackBerry está de volta ao combate. Depois de apresentar resultados positivos pelo segundo trimestre consecutivo, a empresa anuncia agora uma aquisição.

Blackberry volta a apostar na segurança com nova aquisição

A companhia visada é israelita, chama-se WatchDox e criou um software de gestão de direitos digitais (DRM) que protege ficheiros e documentos. Vai permitir a troca segura de informação, entre diferentes dispositivos.

A tecnologia vai ser integrada no BlackBerry Enterprise Server 12 e também permite aos administradores da rede agirem remotamente sobre os ficheiros e documentos, apagando-os ou trancando-lhe o acesso se detectarem que estão corrompidos, por exemplo.

No ano passado a BlackBerry já tinha adquirido a Secusmart, que desenvolve tecnologia para comunicações seguras de voz e dados. Explica agora o CEO da BlackBerry, John Chen, que ambos os ativos contribuíram para garantir uma oferta de "comunicações seguras de ponta a ponta na voz, mensagens, dados e agora também na partilha de ficheiros empresariais".

Os valores deste novo negócio não foram revelados, no entanto o Tech Crunch está a adiantar que o grupo canadiano terá desembolsado 150 milhões de dólares para ficar com a tecnologia da WatchDox.

INSCREVA-SE NA NEWSLETTER!