quinta-feira, 23 de abril de 2015

Yahoo está a preparar um concorrente do Google Now


Yahoo está a preparar um concorrente do Google Now

A empresa norte-americana liderada por Marissa Mayer continua apostada em fazer dos smartphones o principal núcleo de negócio da Yahoo.
 
E ter um motor de busca com capacidades contextuais é o objetivo a cumprir ainda este ano.

A presença da Yahoo é muito maior nos EUA do que na Europa, mas com a cada vez maior aposta da empresa nos dispositivos móveis, através de serviços e aplicações, a influência tem crescido. Basta dar o exemplo de aplicações como a Yahoo Weather, Yahoo Finance, Yahoo News Digest ou mais recentemente a Aviate, o Flickr e o Tumblr, são todos serviços de qualidade e que têm uma forte presença no segmento mobile.

Mas uma parte da Yahoo está muito ligada aos motores de busca e nesse campo a empresa continua a estar atrás da Google e da Microsoft, mesmo depois de ter feito um acordo para ser o motor de pesquisa pré-definido no Firefox.

Agora a empresa quer dar mais um passo e está alegadamente a trabalhar num concorrente do Google Now. O projeto, citado pelo Business Insider, tem atualmente o nome de código Index.

O que a Yahoo pretende é criar um motor de pesquisa que tenha capacidade de relacionamento de informação contextual, recaindo sobretudo sobre o email para conseguir essas informações.

Dois exemplos: se um utilizador tem trocado mensagens durante vários anos com um colega sobre um desporto, o assistente irá anter a pessoa sempre a par das novidades; se há emails relativos a uma voo numa determinada data, se a pessoa pesquisar por um aeroporto a informação que surge será relativa à viagem agendada.

A própria diretora executiva da Yahoo, Marissa Mayer, disse durante uma conferência com os investidores que o objetivo é explorar um espaço que ainda não está a ser coberto pelos assistentes virtuais Siri, Google Now e Cortana.

A CEO adiantou ainda que à medida que os utilizadores estão mais ligados ao vídeo, aos relógios e aos televisores, que é uma porta para novas oportunidades.

O serviço Index deverá ter uma versão funcional - e não obrigatoriamente pública - ainda durante o segundo trimestre de 2015.



Você tem um blog? Você quer colocar as análises de MichellHilton.com em seu blog/site? Ajude-nos a ajudar você. Envie um e-mail para MichellHilton@Outlook.com.

Assine nossa newsletter

Visão 2030