sexta-feira, 8 de maio de 2015

Acidente de helicóptero no Paquistão mata embaixadores estrangeiros

Acidente de helicóptero no Paquistão mata embaixadores estrangeiros

Embaixadores da Noruega e das Filipinas e as mulheres de outros diplomatas estão entre os mortos com a aeronave.

Dois embaixadores estão entre sete pessoas que morreram quando um helicóptero militar caiu em uma escola em norte montanhoso do Paquistão e explodiu em chamas.

Os enviados eram parte de um grande grupo de dignitários estrangeiros sendo transportados para a inauguração de um teleférico de esqui na cidade de Naltar na sexta-feira. 

O exército disse que quatro passageiros estrangeiros morreram, incluindo Domingo D Lucenario, o embaixador das Filipinas, e o enviado norueguês Leif H Larsen. As esposas dos embaixadores da Malásia e Indonésia também foram mortos, junto com dois pilotos do helicóptero e um membro da tripulação. 

Acidente de helicóptero no Paquistão mata embaixadores estrangeiros

Muitas das outras 17 pessoas a bordo, incluindo a embaixadores holandeses, ficaram feridos e tiveram que ser levados de helicóptero para um hospital.

O porta-voz do Taliban paquistanês Mohammad Khorasani enviou um e-mail aos jornalistas que reivindicam o grupo derrubou o helicóptero com uma arma anti-aérea. "A meta para este ataque foi o primeiro-ministro", disse o comunicado.