terça-feira, 26 de maio de 2015

Cerveró é condenado a cinco anos de prisão

Cerveró é condenado a cinco anos de prisão

O juiz federal Sérgio Moro condenou Nestor Cerveró nesta terça-feira a cinco anos de prisão, inicialmente em regime fechado, pelo crime de lavagem de dinheiro. 

O ex-diretor da área Internacional da Petrobras também é réu em outra ação penal e essa foi sua primeira condenação.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Cerveró adquiriu um apartamento valiado em R$ 7,5 milhões, no Rio de Janeiro, por meio da empresa Jolmey do Brasil, criada para ocultar o dinheiro recebido pelo ex-diretor. Ele enviou o dinheiro para contas no exterior através de empresas offshore da Suíça e Uruguai.