20/05/2015

CPI da Petrobras pedirá exumação do corpo de José Janene


CPI da Petrobras pedirá exumação do corpo de José Janene

Presidente da CPI da Petrobras pedirá exumação do corpo do ex-deputado José Janene

A viúva do ex-deputado disse que é "absurdo" a possibilidade de haver uma exumação do corpo do marido, morto em 2010. "Isso é um absurdo. Não há nada disso", afirmou em breves palavras à RPC. "O meu advogado está tratando do caso", completou.

Em nota publicada em seu perfil no Facebook, Stael disse estar “estarrecida” com o que foi mencionado. “Em momento algum procurei ou fui procurada por qualquer deputado dizendo o que colocaram em minha boca, principalmente no que tange a respeito de minha suposta desconfiança sobre a morte do pai de meus filhos”, escreveu na nota.

Ainda na nota, a viúva de Janene lembrou que o enterro do ex-deputado “se deu sob os costumes muçulmanos onde nem ao menos existe um caixão, quanto mais, lacrado”. Por fim, ela disse que a exumação seria "um erro e uma maldade desumana", e que a comprovação da morte de Janene “se deu no Hospital Incor de São Paulo, devidamente registrada em cartório da mesma cidade”.

Na avaliação de Motta, é "estranho" que Janene não tenha sido visto no caixão. "Isso é uma coisa muito estranha. Como médico, posso falar que uma pessoa falece de infarto e é muito comum que o corpo possa ser visto pelos familiares. Muito estranho a viúva não ter podido ver o corpo", enfatizou.

O corpo do ex-deputado está enterrado no Cemitério Islâmico de Londrina, no norte do Paraná, local que pertence à Sociedade Muçulmana de Londrina Mesquita Rei Faiçal. O cemitério fica na zona leste da cidade, em um terreno junto ao Cemitério Municipal São Paulo.

Se você gosta dos relatórios de MichellHilton.com, deixe (seu e-mail aqui) para se inscrever no meu boletim informativo semanal.