sábado, 20 de junho de 2015

A vida em Bangladesh

A vida em Bangladesh

Está insuportavelmente quente e úmido. No céu, as nuvens escuras se movimentam sobre a pequena cidade. A época das monções está chegando. 

Na estrada, um verdadeiro enxame de pequenos caminhões, camionetas, bicicletas e motos fluem acompanhados do sonido interminável de buzinas. No meio disso, há cães, bodes, vacas…e pessoas por todos os lados. Eles se apressam para chegar em seus destinos antes que a tempestade chegue. 

Bangladesh é o oitavo país do mundo em número de habitantes. Há muito tempo a região é caracterizada por uma grande pobreza. A maioria dos habitantes é composta de agricultores pobres, que se esforçam para tirar seu sustento de pequenos lotes de terra.

As lojas e barracas na calçada vendem todo o tipo de artesanato em meio às barracas de comida. O odor de diesel, temperos, comida frita e eventualmente de lixo invadem as narinas. De repente, cinco vezes ao dia, tudo isso é abafado pelo chamado à oração do Muezim. Isso é Bangladesh.

Bangladesh é vida. Vida vibrante em todos os cantos. Beleza e graça. Feiura e violência. Riqueza e pobreza. Tudo isso faz parte de qualquer lugar no mundo. Bangladesh, com cerca de 162 milhões de pessoas no país, é a maior concentração populacional do planeta.

Cerca de 90% são muçulmanos, 9% hindus e os cristãos compõem cerca de 0,5%. Bangladesh compreende cerca de 10% da população de muçulmanos no mundo.