quinta-feira, 11 de junho de 2015

Apple recebeu reclamações por checar bolsas de funcionários

Apple recebeu reclamações por checar bolsas de funcionários

Tim Cook recebeu reclamações sobre política da Apple de checar bolsas de funcionários

Dois funcionários de lojas da Apple reclamaram diretamente ao presidente-executivo, Tim Cook, de que a política da companhia de checar bolsas e mochilas de funcionários das lojas como precaução de segurança é embaraçosa e humilhante, segundo um documento judicial que foi tornado público na quarta-feira.

VEJA: iOS 9 vai ter senha de seis digitos para bloqueio de tela

As reclamações de funcionários, que um juiz ordenou que fossem reveladas, fazem parte de um processo de 2013 alegando que a Apple deve compensar funcionários pelo tempo necessário para a realização das buscas. Um funcionário, cujo nome foi ocultado no documento, disse a Cook em uma mensagem datada de 2012 que gerentes da Apple "são obrigados a tratar funcionários 'valorizados' como criminosos".

Cook encaminhou a mensagem para executivos de varejo e recursos humanos de alto escalão com a pergunta: "Isso é verdade?"

O documento judicial não inclui quais responsas Cook recebeu. Um representante da Apple não pôde ser encontrado de imediato para comentar.

No processo, os requerentes Amanda Friekin e Dean Pelle alegam que as "checagens" ou buscas em bolsas e mochilas, que têm o objetivo de desencorajar furtos, são realizadas toda vez que representantes de vendas saem da loja, inclusive para refeições. A ação, aberta na Califórnia, busca status de ação coletiva. Processos vindo de dentro da equipe da Apple são raros.