domingo, 28 de junho de 2015

Kuwait identificou homem-bomba da mesquita que matou 27 pessoas

Kuwait identificou homem-bomba da mesquita que matou 27 pessoas

O Kuwait identificou o homem-bomba que realizou o pior ataque do país ele é um cidadão saudita, informou a mídia estatal do Kuwait no domingo.

O Ministério do Interior nomeou o homem-bomba como Fahd Suliman Abdul-Muhsen al-Qabaa e disse que ele voou para o aeroporto do Kuwait na madrugada de sexta-feira, apenas algumas horas antes ele detonou explosivos em uma mesquita xiita pelo menos 27 mortos e mais 227 feridos.

No sábado, a polícia prendeu o motorista do Kuwait, que transportou o homem-bomba à mesquita, onde ele se explodiu, disse a agência oficial de notícias KUNA. O motorista, que foi nomeado como Abdulrahman Sabah Eidan Saud, foi descrito como um "residente em situação ilegal" nascido em 1989, que levou o homem-bomba à mesquita Al-Imam Al-Sadeq na Cidade do Kuwait na sexta-feira. 

O homem-bomba estava escondida em uma casa no bairro de Al-Rigga, na cidade do sul da Al-Ahmadi Governorate. As autoridades também prenderam o dono da casa onde o homem-bomba estava hospedado, de nacionalidade kuwaitiana que subscreve a "ideologia fundamentalista e desviante", disse a agência, citando um comunicado do Ministério do Interior.