sábado, 20 de junho de 2015

Militares paraguaios recebem propina e permitem a entrada de contrabando oriundo do Brasil


Militares paraguaios recebem propina e permitem a entrada de contrabando no Brasil

Militares em serviço na Ponte Internacional da Amizade, no lado paraguaio recebem propina para permitir a entrada de contrabando oriundo do Brasil.

É assim que armas e drogas entram no nosso país sem fiscalização do lado paraguaio e é assim que entram carros e motos roubadas para o Paraguai. O dinheiro é quem decide se o contrabando entra ou não.

Num período de 28 minutos, em que a equipe de reportagem do Jornal Vanguardia flagraram 18 motociclista pagando propina aos militares. Segundo informações, o pagamento de propina ocorre a muitos anos, com o aval dos aduaneiros, militares e do Departamento de Delitos Econômicos da Policia Nacional Paraguaia.

Os militares e aduaneiros que deveriam impedir a entrada de contrabando e mercadorias proibidas, impedir o tráfico de drogas e o ilícito, hoje fazem parte de uma rede de corrupção sem fim.

O jornal de Foz do Iguaçu Tribuna popular citou outra matéria dizendo que mesmo depois das denuncias o esquema continua "ANTES ERAM MILITARES AGORA CIVIL ARRECADA PROPINA NA PONTE DA AMIZADE".



Você tem um blog? Você quer colocar as análises de MichellHilton.com em seu blog/site? Ajude-nos a ajudar você. Envie um e-mail para MichellHilton@Outlook.com.

Assine nossa newsletter

Visão 2030