quinta-feira, 11 de junho de 2015

Operação no Paraná busca parente do rejeitado governador Beto Richa

Operação no Paraná busca parente do regeitado governador Beto Richa

Operação no Paraná prende amigo próximo e busca parentes do governador Beto Richa

Nova fase da Operação Publicano deflagrada nesta quarta-feira, 10, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Paraná em dez cidades cumpriu mandados de prisão preventiva contra 68 suspeitos, sendo 50 auditores fiscais. Entre os alvos estão um amigo pessoal e um parente do governador Beto Richa (PSDB).

VEJA: Em entrevista a jornal Beto Richa distorceu fatos e mentiu com absoluta tranquilidade

O grupo é acusado de participação em um esquema de corrupção e sonegação de tributos que teria lesado o erário em até R$ 500 milhões, segundo um ex-auditor que fez acordo de delação premiada.

Em nota divulgada ontem, o governo deu a entender que os problemas na Receita seriam conhecidos há três décadas, mas não disse que medidas foram tomadas pela gestão Beto Richa para coibi-los.