01/06/2015

Programa de espionagem dos EUA é suspenso


Programa de espionagem dos EUA é suspenso

A partir de 0h desta segunda-feira (1), foi suspensa a autorização do governo dos Estados Unidos para espionar em massa dados telefônicos e outras informações de cidadãos. 

O Senado não aprovou a legislação para renovar esses poderes.

O Senado votou pelo avanço da reforma de uma legislação para substituir o programa de monitoramento telefônico revelado há dois anos pelo ex-colaborador da Agência de Segurança Nacional (NSA) Edward Snowden. 

VEJA: Senado dos EUA debate o futuro da NSA

Denominado "Freedom Act" ("Lei da Liberdade"), o projeto já tinha sido aprovado pela Câmara de Representantes e tornaria a lei mais branda, porém, ativa, já que a Lei Patriótica é alvo de críticas por recolher dados de cidadãos sem nenhuma ligação com terrorismo. A reforma restringe as ações da NSA e transfere poderes de vigilância a outras entidades.

O chefe da CIA, John Brennan, tinha alertado ontem que, se os programas de vigilância expirassem, aumentaria os riscos de ameaças terroristas.O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também tinha feito um apelo para que o Senado votasse "rapidamente" o texto. O Senado deve se reunir novamente nesta segunda-feira (1) para tentar aprovar o Freedom Act.


Se você gosta dos relatórios de MichellHilton.com, deixe (seu e-mail aqui) para se inscrever no meu boletim informativo semanal.