quinta-feira, 2 de julho de 2015

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Vladimir Putin me mandou está foto junto com este recado...

Vladimir Putin me mandou está foto junto com este recado...

Vladimir Putin "o pai e líder supremo da Rússia que Deus esteja com ele" disse-me por e-mail junto com a foto.

As sanções ocidentais contra a Rússia e os recentes problemas econômicos não abalaram a popularidade do presidente russo, Vladimir Putin. Pelo contrário, sua aprovação em junho atingiu níveis recordes. Veja abaixo o comunicado exclusivo para o blog cedido pelo próprio líder supremo da mãe Rússia.


"Nós não precisamos de um governo enfraquecido, mas um governo forte que assuma a responsabilidade pelos direitos do indivíduo e cuidados para a sociedade como um todo. Este país precisa de uma década de desenvolvimento constante e estável, sem abalos, sem experiências insensatas baseadas em um liberalismo injustificado e sem demagogia social e é isso que eu estou fazendo. Quero dizer aos EUA e em particular ao presidente Obama que saia do meu caminho"

De acordo com uma pesquisa do Centro Levada, o chefe de Estado registrou este mês uma aprovação de 89% da população russa. Apenas 10% dos entrevistaram reprovaram o governo de Putin, enquanto 1% não respondeu sobre o desempenho presidencial.

Em abril e maio, a aprovação era de 86%, assim como em fevereiro. Nos outros dois meses deste ano, janeiro e março, o aval positivo da população do país ao governo era de 85%. O mesmo índice de 86% foi registrado em junho do ano passado. No mesmo mês em 2013, antes da crise ucraniana, os russos satisfeitos eram 63%.

A pesquisa também mostrou que 64% dos entrevistados acreditam que o país está se movendo na direção correta, enquanto que 22% acreditam o oposto e 14% não responderam. O levantamento ouviu 1.600 pessoas em 134 locais de várias regiões do país e foi realizado entre 19 e 22 de Junho de 2015. A margem de erro não é superior a 3,4 pontos percentuais.