sábado, 16 de julho de 2016

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Documentos secretos colocam Arábia Saudita no 11/9

Arábia Saudita no 11/9 - MichellHilton.com

Pelo menos dois dos indivíduos do 11 de setembro eram oficiais da inteligência saudita, dizem supostas fontes do FBI.

Treze anos depois que eles foram classificados pelo governo de George W. Bush, 28 páginas que são ditas terem provas das ligações financeiras específicas entre a Arábia Saudita e os sequestradores do 11 de setembro foram lançados ao público na sexta-feira.

As 28 páginas fazem parte do relatório de uma investigação do Congresso, que se estende por mais de 800 páginas.

Principais conclusões:

Um agente da inteligência saudita chamado Omar al-Bayoumi forneceu "ajuda substancial" para os sequestradores e encontrou alguns deles dentro do consulado da Arábia Saudita.

Al-Bayoumi recebia pagamentos de empresas que tinham laços com Osama.

Al-Bayoumi deu uma festa para dois dos sequestradores, forneceu-lhes um tradutor, e ajudou-os a entrar na escola de voo.

Al-Bayoumi tinha "fortes ligações" com o governo saudita. Ele estava frequentemente em contato com o Emir do Ministério da Defesa saudita, recebeu financiamento, teve sua faculdade paga pelo governo, e recebeu um salário mensal do Ministério da Defesa.

Al-Bayoumi fez mais de 100 telefonemas para estabelecimentos do governo saudita, incluindo três contatos frequentes na embaixada saudita em Washington DC. Ele também tinha contatos no consulado saudita em Londres.

São muitas acusações.