segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Fuja dos alimentos com inosinato dissódico

Inosinato dissódico, como o glutamato monossódico (MSG), é muitas vezes usado como um realçador de sabor em produtos alimentares embalados. Ele tem vários efeitos colaterais potenciais.

O consumo de MSG pode causar dores de cabeça, enxaquecas, espasmos musculares, náuseas, alergias, anafilaxia, convulsões, depressão e irregularidades cardíacas. Uma vez que é uma neurotoxina, danifica o sistema nervoso e estimula os neurônios, levando-os a um estado de exaustão, e alguns deles eventualmente morrerão como resultado dessa estimulação artificial. Além disso, comer alimentos com MSG faz com que os níveis de glutamato no sangue sejam mais altos do que deveriam e, se esses níveis forem bem mantidos, o glutamato vaza para o cérebro, causando e contribuindo para doenças cerebrais.

É importante sempre estar atento aos rótulos dos alimentos. Quanto mais colorido, industrializado ou elaborado for um produto, maior a chance de que contenha numerosos aditivos, como é o caso das variedades encontradas em confeitaria, aperitivos, refrigerantes, refeições prontas, molhos, condimentos, sopas desidratadas, embutidos e nos fast-foods.

A indústria tem algumas estratégias para mascarar essas informações que acabam passando despercebidas por consumidores desatentos, como o uso de códigos no lugar dos complicados nomes desses aditivos químicos.

Além disso, a exposição contínua à essa substância faz as crianças rejeitarem alimentos naturais por não estimular as mesmas áreas de percepção de sabor desse aditivo.

Inosinato é viciante.