sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Obama pede que inteligência investigue a eleição de 2016


A revisão está prevista para começar imediatamente com o objetivo de ser apresentado ao Congresso antes de Obama deixar o cargo em 20 de janeiro de 2017

Ainda incapaz de aceitar o fato de que sua previsão falhou, Barack Obama pediu a "comunidade de inteligência" para realizar uma "revisão completa" da alegada interferência russa na eleição de 2016.

A revisão está prevista para começar imediatamente com o objetivo de ser apresentado ao Congresso antes de Obama deixar o cargo em 20 de janeiro de 2017, diz The Hill.

Enquanto Hillary disse de forma consistente durante o ciclo de campanha que "17 agências de inteligência dos EUA" confirmaram o envolvimento da Rússia na invasão dos e-mails de John Podesta, essas "17 agências de inteligência" negaram, o Diretor de inteligência nacional dos Estados Unidos, James Clapper, anunciou que não havia nenhuma evidência do envolvimento russo.




Você tem um blog? Você quer colocar as análises de MichellHilton.com em seu blog/site? Ajude-nos a ajudar você. Envie um e-mail para MichellHilton@Outlook.com.

Assine nossa newsletter

Visão 2030