quinta-feira, 22 de junho de 2017

Reformas são 'inadiáveis'


Temer diz que reformas são 'inadiáveis' e que país está 'deixando crise para trás'

Depois de duas derrotas consecutivas na reforma trabalhista, o presidente Michel Temer diz que está disposto a “dialogar” com o Congresso. Mas alerta que não há como postergar as reformas e que “conta com o Congresso” para aprova-las.



Você tem um blog? Você quer colocar as análises de MichellHilton.com em seu blog/site? Ajude-nos a ajudar você. Envie um e-mail para MichellHilton@Outlook.com.

Assine nossa newsletter

Visão 2030