terça-feira, 18 de julho de 2017

Japão não quer o diálogo com a Coreia do Norte


O Japão minimizou a oferta da Coreia do Sul de realizar conversações militares com a Coreia do Norte, dizendo que a prioridade deveria ser de pressão sobre Pyongyang

O Japão minimizou a oferta da Coreia do Sul de realizar conversações militares com a Coreia do Norte, dizendo que a prioridade deveria ser de pressão sobre Pyongyang.

"Este não é um momento de diálogo. Este é um momento de pressão", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Japão, Norio Maruyama, a jornalistas em Nova York, onde o ministro das Relações Exteriores, Fumio Kishida, estava participando de uma reunião da ONU sobre o desenvolvimento.


INSCREVA-SE NA NEWSLETTER!