quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Arábia Saudita pede que seus cidadãos deixem o Líbano


Rei Salman

A Arábia Saudita aconselhou seus cidadãos a não viajarem para o Líbano e aos que já estão lá para sair o mais rápido possível. A instabilidade tomou conta do Líbano, mas ficou ainda pior após a renúncia no sábado do seu primeiro-ministro, Saad Hariri, durante uma visita a Riad. Hariri anunciou que não voltaria ao seu país porque temia ser assassinado e acusou o Hezbollah e seu aliado Irã de estarem no controle do Líbano.

Saad Hariri continua a ser o principal líder sunita no Líbano, e a Arábia Saudita sabe disso. Uma ou outra vez, a Arábia enfatizou que ele é o seu principal homem no Líbano, embora outras figuras sunitas tenham sido recentemente mais alinhadas com os pontos de vista sauditas sobre o grupo terrorista Hezbollah.




Se você gosta dos relatórios de MichellHilton.com, deixe (seu e-mail aqui) para receber minhas atualizações.

[Sem fotos não há direitos autorais!]