quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Kim Jong-un executa o segundo homem mais poderoso da Coreia do Norte


Meios de comunicação sul-coreanos relatam que Kim Jong-un executou o segundo homem mais poderoso da Coreia do Norte, Hwang Pyong-so.

Hwang Pyong, que já foi considerado o "segundo homem mais poderoso da Coreia do Norte", está desaparecido faz vários meses, segundo relatórios da Coreia do Sul.

O desaparecimento de Hwang parece ter coincidido com a recente purga das figuras militares seniores do país em uma tentativa de reduzir a crescente influência do exército, que floresceu sob seu pai, Kim Jong-il.

Além de ser visto como o segundo homem mais poderoso da Coreia do Norte e parte do círculo íntimo de Kim, ele era chefe do poderoso Bureau Político Geral das Forças Armadas, principal posto militar da Coreia do Norte.

Hwang não é visto em público desde o dia 13 de outubro deste ano.

Se Hwang fosse efetivamente excluído do Partido dos Trabalhadores, isso significaria praticamente o fim de sua carreira política e, possivelmente, sua vida, embora seja desconhecido se ele ainda esteja vivo, relatou o jornal JoongAng Ilbo.

Notícias de sua possível morte surgiram através da agência de inteligência da Coreia do Sul, NIS.

Uma fonte sem nome disse ao jornal sul-coreano que Hwang estava recebendo subornos em troca de promoções, quando as novidades chegaram a Kim Jong-un, ele exigiu que os dois fossem punidos.

Enquanto o destino de ambos os homens seja desconhecido, devido à nação ser totalmente secreta, um cenário provável é que eles sofreram o mesmo destino que o tio de Kim Jong-un que foi preso e executado em 2013.



Você tem um blog? Você quer colocar as análises de MichellHilton.com em seu blog/site? Ajude-nos a ajudar você. Envie um e-mail para MichellHilton@Outlook.com.

Assine nossa newsletter

Visão 2030