terça-feira, 12 de dezembro de 2017

"Redes sociais destroem a sociedade"


Chamath Palihapitiya teve um alto cargo no Facebook, na área da expansão de utilizadores, e hoje sente uma "culpa tremenda" por ter criado uma máquina que "explora vulnerabilidades na psique humana".

Chamath Palihapitiya teve um alto cargo no Facebook, na área da expansão de utilizadores, e hoje sente uma "culpa tremenda" por ter criado uma máquina que "explora vulnerabilidades na psique humana".

As redes sociais estão “destruindo as bases da sociedade” e estão “programando” o cérebro dos cidadãos de uma forma que “elimina o discurso civil e a cooperação, fomentando a desinformação e a mentira”. Esta é a análise de Palihapitiya, que foi vice-presidente do Facebook para a área da expansão de utilizadores e que hoje vive com uma “culpa tremenda” e garante que, no que diz respeito a redes sociais, não usa essa “m…”, não deixa os filhos usarem e recomenda que todos os que usam façam uma “pausa“.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Chamath Palihapitiya

Estive dentro e fora de grupos de notícias, fóruns de discussão, redes sociais, etc. Eu notei que cada um desses portais seguiu um ciclo de vida do produto. Começaram pequenos, aumentaram a escala para uma enorme base de usuários, amadureceram, estagnaram e depois se separaram.

Há um ciclo de vida para fóruns online, e em algum momento o Facebook entrará na fase de declínio que sinalizará o fim de seu domínio.

Em outras palavras, não é muito interessante para mim.



Você tem um blog? Você quer colocar as análises de MichellHilton.com em seu blog/site? Ajude-nos a ajudar você. Envie um e-mail para MichellHilton@Outlook.com.

Assine nossa newsletter

Visão 2030