sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Há fortes evidências de que Gaddafi era bom para a Líbia


Eu não acho que tenha havido um ditador benevolente, pelo menos não que eu me lembre. No entanto, existem muitas provas de que Muammar Gaddafi era bom para seu país.

Sim, há fortes evidências.

1. Educação e cuidados de saúde foram nacionalizados (não é necessariamente uma coisa boa), meu ponto é que estava disponível para quase todos os cidadãos que, sem ele, não teria podido pagar.

2. Gaddafi realizou o maior projeto de irrigação de todos os tempos, e criou o maior rio sintético de todos os tempos, trazendo água para onde não havia possibilidade de ter.

3. O preço da gasolina foi artificialmente baixado para 0,14 por litro.

4. Ele ajudou na alfabetização da Líbia, antes de Gaddafi ser ditador, apenas 25 por cento dos líbios eram alfabetizados, no final do reinado de Muammar Gaddafi, o número estava próximo dos 87 por cento.

5. O banco do Estado da Líbia fez empréstimos a juros de 0 por cento para o público em geral.

6. O governo da Líbia providenciou gratuitamente terras agrícolas e equipamentos agrícolas para aqueles que queriam cultivar.

7. A Líbia não tinha dívidas externas.

8. O mais importante: manteve ordem e estabilidade. Um país de muitas etnias e línguas. 

Eu não concordo com a falta de democracia na Líbia sob Gaddafi, eu não concordo com seus atos. Mas ele era melhor para a Líbia e o povo líbio, muito melhor do que aconteceu depois que ele foi assassinado.

Ele era um bom ditador? Eu não diria isso. Mas isso não significa que ele deveria ter sido removido.


INSCREVA-SE NA NEWSLETTER!