quinta-feira, 19 de abril de 2018

Rússia declara guerra ao Telegram


Rússia começou a bloquear endereços IP de propriedade do Google e da Amazon, dizendo que eles estão sendo usados ​​pelo serviço de mensagens Telegram, que Moscou proibiu nesta semana.

O CEO do Telegram, Pavel Durov, pediu por "resistência digital", dizendo estar disposto a distribuir milhões de dólares bitcoin para indivíduos e empresas que executam proxies e VPNs para apoiar a liberdade na internet.

O Telegram tem mais de 200 milhões de usuários ativos.

Pavel Durov disse na terça-feira que os russos respondem por cerca de 7 por cento dos usuários do Telegram.

MANCHETES SOBRE O ASSUNTO: BBC, Reuters E The Telegraph