quarta-feira, 11 de abril de 2018

Trump não recebeu tratamento preferencial, disse Zuck


O deputado John Sarbanes questionou Zuckerberg sobre o apoio que o Facebook forneceu a Trump e sua rival democrata Hillary Clinton durante a campanha presidencial de 2016.

O deputado John Sarbanes questionou Zuckerberg sobre o apoio que o Facebook forneceu a Trump e sua rival democrata Hillary Clinton durante a campanha presidencial de 2016.

Sarbanes disse que cerca de 5,9 milhões de anúncios gráficos de Trump foram aprovados pelo Facebook durante a campanha, enquanto 66 mil anúncios de Clinton. A disparidade "levanta algumas questões sobre se os processos de aprovação de anúncios talvez não tenham sido processados ​​corretamente ou inadequadamente contornados", disse ele.

"Oferecemos suporte de vendas para todas as campanhas", disse Zuck.

O Facebook enviou funcionários para ajudar ambas as campanhas a comprar anúncios no Facebook. Os anúncios da campanha Trump atraíram mais engajamento no Facebook, na forma de cliques e outros sinais, do que os de Clinton, informou o Wall Street Journal anteriormente .

Zuckerberg disse que a campanha Trump não recebeu nenhum tratamento especial. "Nós aplicamos o mesmo padrão a todas as campanhas", disse ele.


INSCREVA-SE NA NEWSLETTER!