sexta-feira, 17 de agosto de 2018

CEO do Google recua sobre intenções na China


Em uma reunião interna na quinta-feira, o CEO do Google, Sundar Pichai, que estava sobre fogo pelos próprios funcionários, disse que a companhia "não está próxima" de lançar uma ferramenta de busca censurada na China.

VEJA TAMBÉM: Funcionários do Google estão exigindo transparência

Ele também disse que o Google está muito interessado na China e que a empresa está "explorando muitas opções".

As declarações de Pichai, que estava sob fogo, vêm na esteira da repercussão interna e externa sobre os relatórios que o Google planejava lançar uma versão censurada de seu mecanismo de busca.


INSCREVA-SE NA NEWSLETTER!