sábado, 18 de agosto de 2018

Kofi Annan, o líder africano que reformulou a ONU, morreu

Kofi Annan, ex-secretário-geral das Nações Unidas e ganhador do Prêmio Nobel da Paz, morreu hoje (18 de agosto) aos 80 anos. Sua família confirmou que ele faleceu em um hospital na Suíça "depois de uma doença curta".

Kofi Annan liderou a ONU de 1997 a 2006. Ele foi seu sétimo secretário-geral, o primeiro negro africano na posição. Durante seu mandato, Annan trabalhou para mediar conflitos em todo o mundo. Ele estabeleceu várias iniciativas-chave da ONU que impulsionaram os direitos humanos e o desenvolvimento sustentável. Ele também reformou os esforços de manutenção da paz, proteção de direitos humanos e contraterrorismo da ONU.