quarta-feira, 21 de novembro de 2018

50 milhões de apartamentos chineses estão vazios

Mais de 20 por cento dos imóveis urbanos chineses estão atualmente desocupados, o que representa cerca de 50 milhões de moradias.

A economia chinesa enfrenta sérios problemas, no entanto, a bolha imobiliária está se concentrando em megacidades como Xangai, Pequim, Shenzhen, Guangzhou, que são cidades importantes, mas que juntas representam apenas 10 por cento do PIB chinês.

Fonte: BBC Brasil